Ariana Grande é acusada de plágio

Em uma série de lançamentos, Ariana Grande liberou na quinta-feira (17) sua mais nova música, “7 Rings”. Apesar de fazer a alegria dos fãs, a canção rendeu uma acusação de plágio da cantora Destiny Frasqueri (conhecida por Princess Nokia), que comparou a sua produção “Mine”. Ela chegou a publicar um vídeo dizendo que a música de Ariana soava familiar. Em “7 Rings”, Grande canta: “Você gosta do meu cabelo? Obrigada, acabei de comprar. Eu vejo, eu gosto, eu quero, eu tenho”. Em sua música, Princess Nokia diz: “Balanço o cabelo, eu sou linda. É meu, eu comprei. É meu, eu comprei”. Após a acusação, Ariana replicou o Stories de uma usuária que dizia que “mulheres brancas falando sobre seus cabelos é como nós vamos resolver o racismo”. Em seguida, ela apagou a publicação de seu perfil no Instagram e se explicou em uma resposta ao perfil The Shade Room. Ela disse que pensou que a intenção do post replicado era comemorar uma pessoa branca desassociando estereótipos relacionados à cultura negra. Em seguida, Ariana se desculpou por sua mensagem ter sido interpretada de forma errada e agradeceu pela conversa aberta. “Nunca foi minha intenção ofender ninguém.”

Posts recomendados