Remake da Netflix ‘esconde’ He-Man e entrega protagonismo às mulheres

Mais de três décadas depois do fim da série clássica dos anos 1980, He-Man está de volta repaginado pela Netflix em Mestres do Universo: Salvando Eternia, animação que estreia nesta sexta-feira (23) e que serve como sequência da atração original que tornou o personagem um ícone da cultura pop. Diferentemente da série clássica, na qual o personagem-título era o símbolo do “macho bombado” da época, a série da Netflix “esconde” He-Man e entrega o protagonismo às mulheres. Embora possa provocar raiva em alguns fãs que se recusam a evoluir com a sociedade, a decisão criativa se mostra um acerto e dá um diferente respiro às aventuras no reino de Eternia.

Posts recentes