Rihanna veta Donald Trump

Depois de Pharrell Williams, Steven Tyler – do Aerosmith, Adele, Neil Young e a banda Rolling Stones, foi a vez de Rihanna se posicionar contra Donald Trump. A cantora não gostou de saber que o presidente dos Estados Unidos utilizou sua música Please Don’t Stop The Music durante comícios políticos.De acordo com a imprensa americana, a artista pediu para que seus advogados redigissem uma carta de cessação de direitos, notificando os responsáveis pelos eventos para não voltar a usar esta ou qualquer uma de suas canções na campanha. Caso isso ocorra, a artista entrará com um processo contra Trump por uso indevido de propriedade intelectual.

Crédito da imagem: site E!

Posts recomendados